Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

April 3rd, 2007 at 8:21 am

Marisol López exige ao Novas da Galiza renunciar ao galego-português para poder assinar convénios

Financia, no entanto, toda a imprensa escrita em espanhol através de convénios e publicidades.

Capa do n.º 52 do Novas da Galiza (versom reduzida)

O número 52 do Novas da Galiza dá ampla informaçom da reuniom que umha delegaçom deste jornal mantivo com a secretária geral da Política Lingüística e na qual esta se recusou a dar qualquer ajuda à publicaçom reintegracionista se antes nom renunciava a isso mesmo: o reintegracionismo.

Tanto na capa e no editorial como na notícia dedicada à política de ajudas do departamento que dirige Marisol López, denuncia-se abertamente que Presidência, através das Secretarias de Comunicaçom e de Política Lingüística, estám a seguir umha política claramente beligerante com o reintegracionismo, tentanto afogar economicamente este movimento, enquanto outros colectivos, normalizadores ou nom, e até meios de comunicaçom escritos quase integralmente em espanhol recebem verbas milionárias com o pretexto da normalizaçom lingüística.

Em duas semanas, o movimento normalizador recebeu três péssimas notícias geradas pola Presidência: duas resoluçons em que só os utilizadores do galego-português ficam excluídos de ajudas e a negativa de Marisol López a assinar um convénio com o Novas da Galiza. Com um descaramento impróprio da máxima responsável da Política Lingüística deste País, López chegou a propor ao jornal em várias ocasions «o abandono do galego-português para ter acesso ao dinheiro» do seu Departamento.

Novas da Galiza é concludente neste sentido: «nom está dentro dos nossos planos debater tam absurda proposta» e continua «três décadas de compromisso nom vam acabar agora, tenham a cara que tiverem os novos censores».

Fonte: PGL

É tempo de agir e como, queiramos ou nom, sem dinheiro nom sem mantém nada o único que podemos fazer, além de protestar, é assinar o Novas da Galiza .

Por 20€ ao ano (1,60 € ao mês) tes 12 números na casinha, e se queres colaborar tamém podes dar um pouquinho mais.

-
1