Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

April 4th, 2007 at 9:30 am

Berzo: mais contaminaçom para a nossa naçom

Todas aquelas autoridades, políticos e jornalistas que há umhas quantas semanas botavam as maos à cabeça e se escandalizavam pola proposta territorial que a esquerda independentista galega, representada por NÓS-UP, defendia com a ediçom do Mapa Comarcal da Galiza (em que se incluiam, claro é, os territórios galegos actualmente sob Administraçom asturiana e castelhano-leonesa), e que falavam em termos de “anexionismo”, “imperialismo”, “ilegalidade”, “falta de respeito”, etc…, nom parecem ter agora o mesmo interesse em seguir em a defender o território que antes viam amenaçado. Porém, a ameaça é agora real.

Tivo que ser umha associaçom ecologista, Ecologistas em Acçom, quem desse a voz de alarme, e anunciasse os graves perigos que supom a proposta da direcçom da empresa Cementos Cosmos (pertencente ao grupo português Cimpor) de começar a queimar resíduos na sua planta de Toral dos Vaos, no Berzo, e que apresentasse as primeiras alegaçons diante da Junta de Castela e Leom contra essa proposta.

Cementos Cosmos pretende que a Junta lhe conceda a autorizaçom que a converta em empresa gestora de resíduos, podendo assim empregar pneus, farinhas, gorduras animais, lodos de depuradora, plásticos e biomassa como combustíveis alternativos nos seus fornos de cimento, aumentando as emissons tóxicas, a elevando o grave risco de contaminaçom. A planta de Cementos Cosmos de Toral, junto à central de Endesa em Cubilhos, a planta de aceiro de Roldan, em Santo Tomas das Olhas, em Ponferrada, e a lixeira municipal desta cidade, som quatro grandes focos de contaminaçom no Berzo, e todas elas fam parte da lista das 150 empresas mais contaminantes de toda a Europa.

Ecologista em Acçom anuncia que as emissons de SO 2, Nox e CO incidirám negativamente sobre a populaçom do conjunto do Berzo, e nas actividades económicas, agrícolas, gadeiras, alimentares e o turismo.

Muito perto desta planta de Cementos Cosmos, existe ainda umha outra empresa, relacionada com a indústria extractiva, que está a ser investigada polas organizaçons ecologistas pola geraçom de grandes nuvens de fume em toda a zona envolvente.

 

Fonte: Primeira Linha

-
2
  • xurxocimadevila
    9:41 pm on April 7th, 2007 1

    sabem moi bem que nom é a súa terra, por isso lhes da igual fodela.

  • choutos
    10:04 am on April 10th, 2007 2

    Sabem, é para botarmos a chorar e nom parar.
    Temos que sairmos ás ruas um dia si e outro tamém, rações há de sobra.