Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

July 4th, 2007 at 9:29 am

Ciber-Guerra na Rússia

kremlinOs partidos de oposiçom russos (dos democratas aos ultranacionalistas) e a Mídia independente declararom que os seus servidores sofreram umha avalanche de ataques, como informou a agência AP este domingo.
De acordo com as “ciber-vítimas”  dos  ataques, forom umha modalidade de DDoS parecida á que aconteceu pouco tempo atrás na Estônia, onde o responsável, acredita-se ser o Kremlin, o qual estaria tentando reduzir o poder das fontes de informações livres. Mas até o momento nengum material foi mostrado para poder apoiar esta acusaçom.
Tais ataques foram reportados pelo Centro de Jornalismo em Situações Extremas, e estaria baseada numha “vasta rede de computadores infestados por softwares maliciosos – os quais os proprietários provavelmente nom tenhem a menor noçom que estam envolvidos – para paralisar ou derrubar tais websites”…

Ainda, de acordo com os Partidos Políticos e a Mídia, este ataque pode ser encarado como umha maneira explícita dos oponentes do Governo, que estam preparando recursos para o parlamento em Dezembro e as eleições para presidente em Março.

Considerando a situaçom neste momento, quando as eleições estam ainda distantes, nós podemos imaginar como que o mundo digital Russo irá ficar mais turbulento com a sua aproximaçom. O analista político, Stanislav Belkovsky, o qual já testemunhou algumas ações dentro do Kremlin, confirmou tal hipótese declarando que um associado ao Presidente Puttin  liderara um ataque parecido. O governo imediatamente desmintiu tal fato e disse que os responsáveis pelo ataque estavam usando IP’s forjados e por esta razom tais endereços IP’s eram dos escritórios do governo.

As acusações movidas contra o Kremlin, som claras e muito sérias: De acordo com o Sr. Belkovsky, o qual é fundador do Instituto de Estratégia Nacional Russa, o Kremlin tem intençom de ter total controle sobre qualquer material político em meios de mídia online. O Governo Russo já adquiriu as três maiores redes de televisom, a maior rede de rádios, a maior de serviços sem fio e de publicações impressas. As mídias independentes estam numha constante pressom da censura.

-

Comments are closed.