Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

February 9th, 2009 at 2:58 pm

Falade galego

Meninhas da Crunha,

de amável despejo,

de falas graciosas

e passos ligeiros,

deixai de Castela

os duros acentos:

falade, meninhas,

falade galego.

Quando é que vos ouço,

a pátria esquecendo,

falar essas duras

palavras de ferro,

nom sei o que sufro,

nom sei o que peno:

falade, meninhas,

falade galego.

Mas quando falades

nos pátrios acentos,

envoltos no vosso

angélico alento,

parece que escuito

um canto do céu:

falade, meninhas,

falade galego.

Tags:
-

Comments are closed.