Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

April 14th, 2009 at 2:14 pm

Entendimento com Portugal e aversom aos espanhóis no século XVIII

O seguinte fragmento foi escrito por um viageiro anónimo, de origem francesa, que percorreu a península  em 1765, e deixou um manuscrito intitulado Estado político, histórico e moral do Reino de Espanha.

Image


“Esta província –Galiza– contém um estado bastante exacto, que conta com perto de oitocentos mil habitantes. O galego é rejo, forte, gordecho, bastante feio, trabalhador, bom soldado, paciente, fiel e sóbrio. Este carácter é quase o mesmo que o dos portugueses das províncias do norte, com os que se entendem muito melhor que com os espanhóis… Os espanhóis despreza-nos porque som trabalhadores e limitados, empregando-os nos trabalhos mais baixos, e trata-nos duramente. Esta conduta inspira-lhes aversom a Espanha e oferecem boa ocasiom a empresas que puderam um dia fazer os portugueses sobre essa província, que lhes convém prodigiosamente. Som os mesmos costumes, a mesma alinhaçom e a mesma demarcaçom que esse reino, do que estám separados somentes polo Minho.”

Tirado de: García Mercadas, J. (ed.) (1952-1962), Viajes de extranjeros por España y Portugal. Aguilar de Ediciones, Madrid, volume III, p. 520.

Visto em GalizaLivre

Tags: , , ,
-
1
  • chuza.org
    11:43 pm on February 11th, 2010 1

    Entendimento com Portugal e aversom aos espanhóis no século XVIII…

    O seguinte fragmento foi escrito por um viageiro anónimo, de origem francesa, que percorreu a península em 1765: “Esta província –Galiza– contém um estado bastante exacto, que conta com perto de oitocentos mil habitantes. O galego é rejo, forte, gordec…