Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

August 6th, 2010 at 10:52 am

Viajar gratis

Umha reflexom antes da minha próxima viagem: Andar pelo mundo é barato e doado.

Com um pouco de imaginação e pratica até podes viajar grátis. A ideia de que viajar é um luxo e algo que só podemos fazer com muito dinheiro vem da publicidade das companhias de viagens, hoteleiras, aerolinhas, etc.
A industria do turismo o que quer é que compremos pacotes de cruzeiros e passemos o dia todo metidos em resorts. Ponhem a experiência dumha viagem ao nível de comprar uns sapatos; o que eles querem é o número do teu cartão de crédito.

O que eu proponho aqui é a experiência de viajar por viajar, da viagem livre… e sem dinheiro! Pode assustar um pouco ao princípio a ideia de sair ao mundo só com optimismo e ganhas de conhecer, mas logo se vê compensado ao atingir a nossa liberdade pessoal.

  • Desfruta simplesmente a alegria de viajar

Umha nova experiência é a mais maravilhosa das cousas que nos oferece umha viagem, e as novas experiências são grátis.

Viajar ceiva-te das cadeias da rotina diária. E permite-che explorar novos lugares, conhecer gente, provar comidas diferentes e aprender sobre o mundo, e sobre ti mesmo, mais do que nunca imagina-ches.

O simples feito de ir a um novo lugar já te fai desfrutar, e sem ter de contratar nenhum tour!

  • Rebaixa as tuas necessidades ao mínimo

A economia moderna está construída baixo a falsa premissa de que precisamos comprar cousas e serviços novos todo o tempo, baseasse na ideia de que quanto mais podes comprar, mais feliz és.

O que necessitamos é ar fresco, comida saudável, auga limpa, exercício físico, estimular a nossa criatividade, auto-estima, amor, companhia e um lugar seguro onde dormir.
Muitas destas cousas são fáceis de conseguir, a maioria grátis.

Para ter ar fresco, sai. Exercício físico, caminha. Estimular a tua criatividade, vai a lugar novo. Companhia, fai um novo amigo. Auto-estima, desliga a TV, respira fundo e abre o teu espírito às cousas boas do mundo.

Cousas como comida e abrigo são muito mais fáceis de conseguir do que podas pensar.

  • Vai de vagar

Se moras em Betanços e queres passar umhas semanas de férias em Nova Iorque é complicado fazê-lo grátis (mas nom impossível).

A verdade é que quanto mais acredites em que o tempo é dinheiro, mais vas gastar e gastar.
O tempo nom é dinheiro, o tempo é grátis. Temos todo o tempo do mundo à nossa disposição.

Em vez de comprar um bilhete de avião, da um passeio cara o Sul, arranja e amanha umha velha chalana, ou simplesmente colhe a bicicleta e sai da tua vila. Quanto mais de vagar viajes menos dinheiro gastarás.

  • Deixa atrás as tuas obsessões e possessões

Enquanto viajas nom tens de pagar aluguer. Nom necessitas um carro. Nom necessitas um forno microondas, lavadora, electricidade, TV, ginásio, sofá e um armário cheio de roupa.

Nom necessitas traje e gravata para ir ao trabalho porque nom necessitas um trabalho. Nom tens de preocupar-te por pagar as facturas porque nom há facturas que pagar.

És livre.

  • Confia na gente e terás comida e alojamento grátis

Nom tenhas medo, eu sempre digo que o 99,99% da gente é boa. Muita gente está disposta a abrir as suas portas aos viageiros. E a câmbio de ajuda em algumhas tarefas tamém terás comida.

Redes como Couchsurfing ajudam aos viageiros a estar em contacto com gente local. Outras como WWOOF oferecem a oportunidade de ter alojamento e comida por botar umha mão numha granja orgânica.

Aliás, é umha bom jeito de luitar contra a cultura do consumo.

  • Aprende um ofício ou habilidade útil

Se tens algumha habilidade como cozinhar, massagens, carpintaria ou tocas algum instrumento, pode-lo trocar por comida e alojamento.

O melhor são habilidades como cozinhar mas outros conhecimentos especializados como desenhar webs ou amanhar computadores e aparelhos electrónicos tamém são úteis. Se tens facilidade para os idiomas podes dar aulas alá onde vaias.

Quanto mais de vagar viajar mais fácil será arranjar acordos com a comunidade local.

  • Sai da cidade

Ainda que nom é impossível sobreviver sem dinheiro numha cidade grande, é muito difícil, as cidades estão feitas com dinheiro. E necessidades como ar fresco, auga limpa e um lugar onde dormir são mais difíceis de conseguir numha cidade.

Vai ao campo, onde a gente vive mais relaxada, a comida é mais acessível e há muito espaço para durmir baixo as estrelas.

  • Arranja um trabalho do que gostes e que implique viajar

Se necessitas ingressos, bem seja para pagar empréstimos, manter aos teus filhos ou simplesmente para os gastos que vaiam saindo, ter um trabalho que permita (ou exija) viajar é umha boa solução.

Ser jornalista ou fotógrafo freelance, tele-trabalhar como informático ou tradutor, comprar produtos num pais e vendê-los noutro ou incluso fazer objectos artesãos enquanto viajamos.

  • Aproveita as oportunidades

Percorrer o mundo sem dinheiro é umha “arte” que mistura umha boa planificação, e a disposição de deixar-se levar e aproveitar as oportunidades que vão aparecendo.

Sorte e buscai a vossa liberdade!

Tags: , ,
-
1