Um galego no Império Pequeno

Além da linha inimiga

October 14th, 2010 at 8:08 am

Pepetela

Mayombe foi o meu primeiro contacto com a literatura de Pepetela e nom só, tamém foi o meu primeiro livro em português padrão, pelo que guardo um agradável recordo.

Mayombe

Eu era já um reintegracionista convencido mas aínda em formaçom, e como era horas de deixar a teoria e agir baixei até a Praça do Livro e entrei nesse espaço liberado que é a Livraria Couceiro.

– Estou buscando um bom livro em português, que me recomenda?
– Pepetela é muito bom, eu provaria com Mayombe.

E nom puido ser melhor, comecei a ler Mayombe já sentado no autocarro caminho a Madrid, havia que passar o melhor possível essas sete horas de sofrimento que tinha por diante, e quase se me fizeram curtas. Poucas vezes lim um livro com tanta voracidade e de umha assentada.

Nom tinha conhecimento nengúm sobre a revolução angolana, mas ainda assim a história atrapava-me e nom me deixava afastar a vista do livro; folha a folha ia debulhando esta história de guerrilheiros.

Por umha vez a chaira infinita castelhana foi umha selva africana, e desde então eu quigem ser Pepetela, o escritor guerrilheiro… ou o guerrilheiro escritor.


Tags: ,
-

Comments are closed.